terça-feira, 23 de outubro de 2012

Apresentação

Série uma tentativa - Capítulo 1


Esta será assim, uma história sem início nem fim. Terá o meio porque veio do meio, porque já foi iniciada sem que eu mesma percebesse, então darei a ela continuidade. Vou contando e quando cansar, se cansar, eu paro. Assim você me conhece. 

E eu, posso conhecer você?

Bom, primeiro preciso me apresentar. Sou Regina tenho 35 anos, formada Psicoalgumacoisa", estudante de teatro, arrisco em poesia, vivo tentando a acertar a escala "de Do no violão e no piano, professora por paixão e dançarina profissional dos passos, quase que frenéticos na dança da vida.

Sou tantas coisas que nem sei... Acho que ainda estou sendo.   

Você está rindo!!!??? Pois não ria, sou assim! Só sei o que não sei e o que não quero, o resto tenho de tudo um pouco. Já ouvi dizer que são assim os artistas, aqueles que gostam de viver na corda bamba, no fio das emoções.  O fato é que eu não sou artista, e gosto de tudo bem certinho, não sei de onde vem tanta incerteza nas escolhas, mas vai ver tenho alma de artista e não sei.

É pode ser... Mas deixo as análises para os consultório psicológicos, que deixei há algum tempo. Sim, gosto de ouvir as pessoas, de ajudá-las, mas de vez em quando me canso,  cuido dos que estão comigo e depois deixo-me livre por um tempo. Se está certo? não sei, mas eu preciso viver também então, que seja assim!

Bom, eu fico aqui falando este monte de coisas sem sentido e você, provavelmente, está perdido com tantas informações, sinto lhe informar, mas sou assim. Sou uma composição ambulante e intrigante. Vou falando e, no final, tento encontrar os sentidos. Espero que você goste de me conhecer e tente juntamente comigo me entender.

Sabe, quando eu era pequena não era assim, tudo era mais tranquilo... Eu não sabia que gostava de tantas coisas, então, tudo que me solicitavam eu ia lá e fazia... 

Ops, mas isso não vem ao caso... ou vem... ?

Viu?

Então, se você quiser me conhecer será mesmo um prazer, nossa conversa será diária, vou contando as coisas que acontecem ou aconteceram durante o meu dia. Um dia por vez e assim você vai vendo se gosta de mim e se aprecia minha companhia.

Quantos dias serão? Se liga, eu disse lá no início que Esta é uma história sem inicio nem fim....

Que bom que existem pessoas como eu! 

- Até amanhã!

2 comentários:

  1. Cada vez mais me envolvo nessa leitura e anseio pelo que virá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Deyvid. Obrigada por tua presença. Feliz que tenhas gostado. Seja bem vindo!

      Excluir

Estou feliz demais com a tua visita!
Fique à vontade!

Obrigada!
R. Vieira