terça-feira, 13 de novembro de 2012

Viva Chama


Uma tentativa - Capítulo 25


Oi!

Que bom que você chegou, veja terminei mais uma leitura. Tenho mais uma  Resenha Avessa

veja:


Viva Chama, de Tracy Chevalier foi sem dúvida um dos mais belos livros que já li na vida. Durante uma semana convivi com Jem e  Maise Kellaway e Maggie Butterfield, crianças fantásticas que muito me ensinaram sobre os sabores da vida.

Após a morte do irmão, Jem e Maise  mudam-se para  Londres ( sec. 18) com seus pais Thomas e Anne Kellaway, deixando para traz  a calma vida campestre vivida em Dorset, na Inglaterra, para viver a agitada vida da cidade. A fuga das crianças e principalmente de seus pais era  diminuir a tristeza da perda que traziam no peito.


Quando chegam a Londres Jem e Maise conhecem Maggie, uma menina esperta e fogosa,  como mesmo nos conta a autora, e, deixando todas as diferenças regionais de lado, os três começam a se conhecer melhor e vão, aos poucos, criando uma grande amizade que aumenta enquanto eles começam a se interessar pela vida de um dos vizinhos de Jem e Maise, o artista  William Blake.

Todos na cidade sabiam  ideais políticos do Sr. Blake e alguns chegavam a pensar que suas ideias eram de características místicas e, por isso, algo que causava certa estranheza. Mas o que chama atenção das crianças são as suas atitudes reservadas, fato que os levou a aventura de estar sempre o observando. Vale ressaltar que são exatamente estas observações  que trazem experiências emocionantes aos leitores.

Outro ponto que chama atenção são os fatos verídicos mencionados pela autora, tais como  a existência do circo de Philip Astley, a Revolução Francesa e a própria existência do Senhor Blake  e de sua obra "Canções de inocência e da Experiência", fatos que permeiam toda a obra que me fazem lembrar que a transição feita pela autora entre a ficção e a realidade é primorosa, envolvente e por demais instigante.

Viva Chama é o primeiro livro que leio de Tracy e espero que seja o primeiro de muitos. A autora tem um tom chamativo e repito, envolvente que traz o leitor para a história e faz com que a leitura flua de forma sensacional. São 400 páginas de pura sedução e imaginação!

Vale muito a pena!

 Tome! Leia e depois me diga o que você achou! 


16 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Crista.
      Um prazer ter você aqui!
      (=

      Excluir
  2. Ainda não li o livro,mas pela resenha que fizestes acho que irei gostar muito também.Adorei tua visitinha.Tenhas uma bela semana e deixo aqui meu grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, que bom Suzane. Fico feliz com tua leitura e mais ainda em saber que apreciastes!

      Um abraço enorme!

      Excluir
  3. Ainda não li o livro, fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  4. Bacana!

    Mais um presente que nos oferta. Adorável, você.

    Respeitoso abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. =) grata Will.
      É sempre bom distribuir presentes!
      Que bom que gostou!

      Excluir
  5. Vieira Querido belo texto bela reflexão e outras que nos obriga a fazer tão profundas quanto ...parabéns Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  6. Grata pela leitura e comentário Pedro.
    Fico imensamente feliz em receber tua visita!

    ResponderExcluir
  7. Ok. Já está na minha listinha de livros para comprar e ler. Vou escrevendo na minha agenda as indicações de leitura dos amigos... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rovênia,

      acho que vais gostar! Este texto nos faz construir e desconstruir a todo tempo. Muito bom! Depois me diz o que achou!

      Excluir
  8. Parece daqueles livros mesmo bons.

    ResponderExcluir

Estou feliz demais com a tua visita!
Fique à vontade!

Obrigada!
R. Vieira