quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

O dia

Uma tentativa - 59

Hoje acordei com os galos, mas o cantar eram dos passarinhos. Fiquei aqui a pensar sobre as belezas ocultas da vida. São tantas não é mesmo!? Quem me dera desvendá-las todas...

Nestes momentos de reflexão as palavras resolveram saltar em minha mente e fazer aquilo fazem na mente dos poetas. Elas resolveram brincar:


nasce 
dia que nasce 
lindo

venta
sopro de 
vento leve

descobre 
mistérios
encobre

encante
vida
que vivo 

Não sei se é assim que os poetas escrevem, sei que foi assim que elas vieram. e ficaram! resolvi dar a elas o nome de O dia,  Porque a cada dia que vivo elas se renovam dentro de mim!

Salve o dia salve as palavras e aos versos!

Bom dia, Boa tarde e Boa noite deste Dia!


6 comentários:

  1. O que dizer, senão canto com o encanto, o encontro do poeta com a vida. Belissimo desperar ao novo dia, parabéns

    ResponderExcluir
  2. que giro, acordar com os galos, sempre ouvi «acordar com as galinhas» :)

    ResponderExcluir
  3. Lindíssimo flor! Que dom heim *-*

    Já estou seguindo o blog, é a primeira vez que te visito, adorei o seu blog e voltarei mais vezes!

    Mil beijinhos,
    Angélica Azambuja

    Meu blog Literário: Tumba Cerrada
    Meu blog Pessoal: Shyxaua's Káah

    ResponderExcluir
  4. Quando o poeta despertar faça isso _celebre o dia.
    Está tudo muito lindo 'venta sopro de vento...'
    Demais R.Vieira,estou retornando e renovando minha admiração.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Mmmm docinha, sempre tão bom te ler:)

    jinho português soprado levezinho para atravessar o oceano e na tua bochecha pousar ♥

    ResponderExcluir
  6. Que lindo, R. Isso, mesmo, escreva tudo que vier à mente. Também faço isso, às vezes. Lindos dias para vc e cheios de inspiração! Beijinhos!

    ResponderExcluir

Estou feliz demais com a tua visita!
Fique à vontade!

Obrigada!
R. Vieira