sábado, 3 de agosto de 2013

Proceed!



O tempo era de festa...
virou incerteza!

Era de inverno...
 virou calor!

Era de ser...
mas virou eu!

Era tempo de algo...
mas...

ainda está sendo
e ainda será!

R. Vieira



17 comentários:

  1. r: acho qe tds nós no fundo somos bons tratadores só precisámos de tempo para os perceber (:

    ResponderExcluir
  2. parabéns :)legal
    tardes-de-outono-perfect.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. O tempo não nos obedece, corre independente de nós.

    Um belo poema, minha cara.

    Beijo beijo.

    ResponderExcluir
  4. Lindo :)

    http://mundodeariel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá olá, obrigada pelos elogios, fico muito contente que tenhas gostado do meu cantinho. Ainda estou no inicio mas já estou completamente viciada aqui com a nossa blogosfera!! Agora já podes seguir o Preppy Lemonade via bloglovin (http://www.bloglovin.com/blog/9725179/preppy-lemonade) e assim ficar atualizada com todas as novidades e pequeninas surpresas que estão para vir!!
    As tuas visitinhas são sempre bem-vindas, vai dizendo qualquer coisa…

    With love, Bárbara
    www.preppylemonade.com

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo, sou sua fã né? Beijinhos! *-*

    http://dallyse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adoro (:
    r: mesmo assim é muito mau magoar alguém que gostamos muito.. obrigado pelo apoio.

    ResponderExcluir
  8. Belo texto!! O tempo...Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  9. Do que "era" passado se fez presente e abre futuro!
    A simplicidade do poema, agrada por isso mesmo.
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  10. Lindo! Escreves tão bem! Beijinho querida

    ResponderExcluir
  11. Deliciosos versos.

    Cazuza estava certo, "o tempo não pára".

    Ótima semana para você!

    ResponderExcluir

Estou feliz demais com a tua visita!
Fique à vontade!

Obrigada!
R. Vieira