sexta-feira, 14 de março de 2014

Ao poeta e seus versos


Lá se vai o dia, mas ainda é tempo de comorar e dar saudações a estes tão especiais que chamamos poetas! Pois que quando nos falam,  com suas poesias tocam nossa alma...
E como é bom ler e ouvir boas palavras não é!?

14 de maço - dia nacional da poesia (Brasil)


Então, Vamos de Fernando Pessoa!?


Não sei quantas almas tenho


Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo: “Fui eu?”
Deus sabe, porque o escreveu.

______ // ______

Um abraço gente! 
R. Vieira




2 comentários:

  1. "Não sei quantas almas tenho.
    Cada momento mudei.
    Continuamente me estranho."
    Gostei muito dessa parte <3

    ResponderExcluir
  2. Linda homenagem amiga. Adoro Fernando Pessoa! Belíssima a escolha para representar essas pessoas talentosas que nos emocionam e ja fazem parte de nossa vida.

    Beijos e linda noite pra voce!

    ResponderExcluir

Estou feliz demais com a tua visita!
Fique à vontade!

Obrigada!
R. Vieira